Imagem do Site Dr. Malucelli e Vias Aéreas Languages idioma Portugês idioma Espanhol idioma Inglês  
Dr. Antonio V. Malucelli - CRM 11502-PR
Mestre e Professor em Cirurgia
busca no site
  Home Sobre Dr. Malucelli Contato  
SITE EM CONSTRUÇÃO | ESTARÁ DISPONÍVEL EM BREVE

Outras Doenças do Tórax

Nasoscopia (Narinas, Óstios, Nasofaringe)

Introdução
Nessa seção abordaremos o exame de nasoscopia, classificado no ramo da endoscopia respiratória.

Definição de endoscopia respiratória
A endoscopia respiratória é uma especialidade médica. Através dessa especialidade se realizam exames e procedimentos cirúrgicos endoscópicos.

Isso é possível com o uso de diversos equipamentos que avaliam, internamente, as vias aéreas superiores (narinas, óstios, nasofaringe, laringe) e inferiores (traquéia e brônquios/pulmão). Pode ser utilizada para diagnóstico, coleta de materiais (biópsias, punção, lavado e escovado broncoalveolar), no tratamento cirúrgico endoscópico de doenças malignas (câncer) e benignas e no diagnóstico de outras doenças (intersticiais, pneumonias, tosse, etc).

Para realizar essa especialidade o médico deve ter o título de Especialista em Endoscopia Respiratória. A habilidade, os tipos de equipamentos disponíveis e a experiência do endoscopista irão determinar se ele está apto e sem limitações técnicas. Em mãos inexperientes esses exames e procedimentos cirúrgiccos se tornam pouco úteis.

1

O que é a TRAQUEOSCOPIA (traquéia)?
É uma série de exames realizados com equipamentos de diversos diâmetros, o que permite que sejam utilizados em adultos e crianças para visualizar a traquéia. Geralmente utiliza-se unicamente a anestesia local (com spray). O equipamento então é introduzido através da narina até alcançar a traquéia.

2   3

Figura 2: equipamento de vídeo-endoscopia que, quando adaptado ao nasoscópio flexível, permite a visualização da região interna das vias aéreas superiores.
Figura 3: dois nasoscópios flexíveis (acima) e um rígido (abaixo).

Indicações dos exames:
Indicados para a realização de diagnóstico diferencial de doenças como: tosse crônica, rouquidão, mudança do padrão da voz, no diagnóstico precoce e estadiamento do tumor de pregas vocais (prevenção em fumantes), na prevenção e pesquisa de doenças em pessoas que trabalham com a voz (cantores, professores, locutores, etc), bem como a realização de exames para admissão e demissão desses profissionais, estenose da laringe (clique para saber mais), avaliação da extensão de tumores da base de língua, estridor laríngeo, etc.

4   5
Figuras 4: imagem de um câncer precoce na prega vocal.
Figura 5: um câncer avançado.

Procedimentos que podem ser realizados:
Podem ser realizadas biópsias de lesões suspeitas de serem tumores dessa região, bem como procedimentos endoscópicos cirúrgicos, a exemplo das dilatações e microcirurgias de estenoses glóticas e subglóticas.

  7
Figuras 6 e 7: demostram pinças de biópsia, com esse material sendo passado através do orifício do laringoscópio flexível para coletar material para exames de laboratório.

Equipamentos utilizados nos exames de laringoscopia:

8   9
 

1) Laringoscópio rígido:
O equipamento é inserido na boca e visualiza a laringe.

2) Laringoscópio flexível:
O equipamento flexível é bem fino, o que permite que seja passado pela narina e alcance a laringe.

3) Vídeo-laringoscópio:
São os mesmos equipamentos usados para os exames anteriores, só que adaptados a uma microcâmera, permitindo que o exame seja filmado e fotografado para posterior reavaliação ou comparação com exames realizados anteriormente.

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES

Quais as complicações desses exames?
Nos exames com equipamento rígido ou flexível as complicações são incomuns, geralmente previsíveis e bem controladas pelo médico especialista. Podem ocorrer pequenos sangramentos.

Esses exames apresentarão os mesmos resultados, independentemente de quem os faz?
Com certeza não. Os exames só devem ser realizados por profissionais habilitados. A habilidade, os tipos de equipamentos disponíveis e a experiência do endoscopista irão determinar se ele conseguirá atingir a região das vias aéreas superiores que está doente. Dessa maneira, visualizará e coletará amostras mais adequadas para um diagnóstico preciso. Em mãos inexperientes esses exames se tornam pouco útil.



1 | ver no mapa | 1

© Copyright 2010 Dr.Malucelli e Vias Aéreas | Todos os direitos reservados | Política de Privacidade e Termos de Uso | login